Loading...

Quem sou eu

Minha foto
Não pensem que criei este blog na intenção de te comover,criei pra poder escrever minhas poesias,mostrar um pouco do que sou e tbém compartilhar experiências,por isto seus comentários são importantes...ahhh tem mais aqui vou postar coisas engraçadas de meu tratamento para que caia esta imagem monstro de quimioterapia,pq nem sempre cai cabelo,nem sempre se passa mal,nem sempre se tem dias contados e principalmente que o preconceito desabe e que as pessoas comecem encarar o câncer como uma doença séria mas nada incomum,tbém para que parem de visualizar uma pessoa portadora do câncer como fase terminal ou cadavérica e talzzzzzz,vou postar meu dia a dia e isto quer dizer que ainda terão capitulos adicionas em COMO TUDO COMEÇOU....aff ki parece novela né???? mas não é mesmo....só que agora preciso fazer outras coisas,por exemplo:cuidar de minha colheita feliz para que minhas plantinhas vivam e muito assim como eu ..rsrs.

segunda-feira, 29 de março de 2010

.O tempo em nós.








O tempo não para, corre em destino dele mesmo, percorre caminhos distantes,buscando sei lá o quê!
O tempo deslaça nossas entranhas, procuramos nele o significado de esperança para nossas vidas,por ver em nós momentos doces e amargos...
o tempo foge a sete léguas e quem de nós alcançá-lo?
Diziam-no os mais entendidos na matéria, que o tempo tudo cura.
Não o acho tanto assim, curar própriamente não, mas de certa maneira nos faz meditar todo o tempo,
O tempo não pára, corre e cada correria dele temos que viver intensamente o seu gostinho o seu sabor o seu paladar...
Pois crescemos com o tempo e o tempo percorre todo nosso viver.
Devemos agradecer por tempo vivido, pois nem todos podemos viver o tempo distante!
O tempo percorre todo um ciclo de vivências em cada ser comum.
O tempo é um fardo pesado atribuido por tudo passado em nossas vidas.

Como dizia o poeta:

Eu vi muitos cabelos brancos na fronte do artista
o tempo não pára no entanto ele nunca envelhece.
Aquele que conhece o jogo, o jogo das coisas que são.
É o sol, é o tempo, é a estrada, é o pé e é o chão.
Eu vi muitos homens brigando. Ouvi seus gritos
Estive no fundo de cada vontade encoberta,
é a coisa mais certa de todas as coisas.
Não vale um caminho sob o sol.
É o sol sobre a estrada, é o sol sobre a estrada, é o sol.
Por isso uma força me leva a cantar,
por isso essa força estranha no ar.
Por isso é que eu canto, não posso parar.
Por isso essa voz tamanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário