Loading...

Quem sou eu

Minha foto
Não pensem que criei este blog na intenção de te comover,criei pra poder escrever minhas poesias,mostrar um pouco do que sou e tbém compartilhar experiências,por isto seus comentários são importantes...ahhh tem mais aqui vou postar coisas engraçadas de meu tratamento para que caia esta imagem monstro de quimioterapia,pq nem sempre cai cabelo,nem sempre se passa mal,nem sempre se tem dias contados e principalmente que o preconceito desabe e que as pessoas comecem encarar o câncer como uma doença séria mas nada incomum,tbém para que parem de visualizar uma pessoa portadora do câncer como fase terminal ou cadavérica e talzzzzzz,vou postar meu dia a dia e isto quer dizer que ainda terão capitulos adicionas em COMO TUDO COMEÇOU....aff ki parece novela né???? mas não é mesmo....só que agora preciso fazer outras coisas,por exemplo:cuidar de minha colheita feliz para que minhas plantinhas vivam e muito assim como eu ..rsrs.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Meu Pai,minha referencia..


Hoje acordei pensativa,cenas de minha vida passam por minha cabeça como se fosse um filme,lágrimas rolam as vezes de tristeza,as vezes de saudades do que se foi,tipo meu pai que foi um grande homem,vcs não tem noção do homem que me criou,ele me ensinou tantas coisas,como é engraçado somente agora se dar conta de tudo o que meu pai me ensinou,se enfrento a vida,se tenho fé,se conheço Deus,se amo pessoaS,se busco ver o outro lado das coisas com outros olhos,se procuro tirar proveito de cada momento mesmo não sendo um momento agradável,se sou a superação,devo tanto a ele,foi um homem incrivel que criou 07 filhos sozinho pq a mulher,ou seja minha mãe caiu fora e deixou tudo pra trás,isto não vem ao caso e é papo pra outro momento e não o que escrevo agora,quero falar de meu pai,meu paizinho que hoje mora com Deus mas que deixou tanto dele pra nós que hoje me emociono só em pensar,a música de Fabio Junior (PAI HERÓI)se encaixa perfeitamente no que penso sobre meu papys,já fazem 22 anos que ele se foi mas ele conseguiu construir tanto em mim,conseguiu passar tanto de sua dignidade e hombridade que se fez eterno na lembrança,pra mim parece que o vejo aqui do meu lado neste momento,obrigada meu pai por tudo,por ter sido meu pai e por ter me ensinado a viver,principalmente por ter me apresentado Deus,nosso criador,nossa fortaleza,exalá todos tivessem o orgulho e a honra de ter um pai como vc...te amo pra sempre.....

terça-feira, 10 de abril de 2012

Jogo Do Contente



Cá estou absorta em meus pensamentos lembrando de coisas que ouvi estes dias em uma conversa a mesa de casano ultimo final de semana,falavamos sobre um livro que estou lendo cujo titulo é POLLYANA,o livro conta a história de uma garota que encara a vida e os problemas de uma maneira muito peculiar e isto a torna muito especial,confesso estar amando o livro que leio aos 49 anos e no entanto assisti em filme na adolescencia e nem sequer dei importancia,percebo que assim como no livro,tbém criei uma maneira especial de encarar meus problemas e isto me ajuda muito,a garota do livro procura sempre ver o lado bom da situação independente da gravidade desta,esta menina foi criada pelo pai sozinho e este a ensinou o jogo do contente,e este jogo que ela usa pra enfrentar a vida...voltando a conversa de final de semana,uma estudante de psicologia disse não achar bom estes livros pq torna as pessoas passiveis diante de tudo ou leva ao conformismo,não penso assim em relação a uma situação que não pode ser mudada,por exemplo,eu enfrento assim como muitos conhecidos meus uma doença gravissima a qual exige um tratamento pesado,em meu caso de 14 em 14 dias,se eu não ultilizar o jogo do contente e transformar todas quartas quinzenais as quais faço quimioterapia,enfrentando uns 600 km de viagem entre ida e volta,(mega cansativo...)em um passeio,tentando encarar como um passeio quinzenal,não sei se estou conseguindo me fazer entender mas o que quero dizer que tento encarar estas idas e vindas da quimioterapia que é encarada como sofrimento e sacrificio de uma maneira diferente,não posso mudar isto,tenho que fazer e pronto,posso sim,mudar minha maneira de enfrentar e assim como Pollyana procuro ver o lado bom da coisa,agradeço a Deus por não estar na cama,por poder ir até SP,por aguentar firme e forte tomar a quimioterapioa,após ir a um restaurante almoçar,passar na lojinha de bijoux e comprar cocitas e voltar pra casa mesmo que cansada mas de um passeio longo com uma quimioterapia no meio porém agradecendo por mais esta quinzena ter passado.gosto sim do jogo do contente,sei que tudo poderia ser pior mas não é...isto não é conformismo ou passivismo e sim REALISMO.

A Benção e a beleza de viver.


É preciso correr riscos. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.

Todos os dias Deus nos dá – junto com o sol – um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não percebemos este momento, que ele não existe, que hoje é igual à ontem – e será igual à amanhã.

Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico.

Ele pode estar escondido na hora em que enfiamos a chave na porta pela manhã, no instante de silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Este momento existe – um momento em que toda a força das estrelas passa por nós, e nos permite fazer milagres.

A felicidade às vezes é uma bênção – mas geralmente é uma conquista.

O instante mágico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca de nossos sonhos.

Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões – mas tudo é passageiro, e não deixa marcas. E, no futuro, podemos olhar para trás com orgulho e fé.

Pobre de quem teve medo de correr os riscos. Porque este talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofra como aqueles que têm um sonho a seguir. Mas quando olhar para trás – porque sempre olhamos para trás – vai escutar seu coração dizendo: “o que fizeste com os milagres que Deus semeou por teus dias? O que fizeste com os talentos que teu Mestre te confiou? Enterraste fundo em uma cova, porque tinhas medo de perdê-los. Então, esta é a tua herança: a certeza de que desperdiçaste tua vida”.

Pobre de quem escuta estas palavras. Porque então acreditará em milagres, mas os instantes mágicos da vida já terão passado.